Direto da PUC

Estou aqui num tédio profundo, na aula de gêneros com uma das piores professoras que já tive. E o mais legal é que já tive aula com ela no 1º ano e tenho aula hoje e amanhã. Que delícia, meu deus. Como uma menina da minha sala acabou de dizer: “tô pagando pecado, não é possível”.
Pois é, faça minhas as palavras dela.

Bom, meus queridos fantasmas-leitores…
Estou levando uma vida adulta: trabalho e estudo durante a semana. Sexta e sábado me acabo em bares/baladas/reuniões de amigos.

Pelo menos nos últimos 6 fins de semana foi assim.
Teve carnaval na Vila Madalena com a Pri e a Júl. No outro fim de semana, balada-bar escrooooto com Pri, Carolzinha e John (her boy). Foi bom pra hablar um pouco, matar as saudades, falar bosta.

Aí teve o fim de semana do meu aniversário. Churrasco com chuva. foi um monte de gente, praticamente todos que eu esperava. Quase todos, pq faltou gente importante, tipo Fer4 e Bruno. Mas a gente marca outra coisa =)
Esse churrasco foi um caos. Enchi a cara como não enchia a séculos, mas assisti amigos dando PTs bem piores do que os que eu costumava dar. Gorfar no banheiro toda, na pia e na escadaria do prédio é foda, meu. Fica a bronca. E acreditem: a pessoa em questão ainda se divertiu bastante, bem mais do que devia.
E era gente indo embora, gente chegando… Quando vi já era quase madrugada e tava rolando um truco ESPERTÍSSIMO entre meu primo (que se socializou de uma maneira espetacular) contra ora jú loira, ora arthur, ora caju. Foi muuuiiiitoooo divertido. Meu primo chegou com uma imagem minha, foi embora achando que eu era uma devassa. Certeza.
Whatever. Ficamos lá até 7 da manhã. Aliás… Eu fiquei na privada, né! Não vou mentir. Dei um PT bonito – MAS NÃO DEI TRABALHO PRA NINGUÉM. Enquanto isso, duas pessoas se divertiam loucamente. Pessoas que a gente nem imaginaria, há alguns meses.

Aí as pessoas foram embora. Eu fui pra casa e dormi. Mas acordava toda hora pra vomitar. Isso até a noite, nunca tive uma ressaca tãããão braba! Credo.

Pior foi começar PUC, maior bad, meu. Só de ouvir os papos de tcc eu me desesperei. A única parte boa, além de reencontrar as pessoas – pero no mucho, pq a sala toda só se encontra em 2 aulas na semana – foi a optativa de fono. Além de ter as pessoas mais legais da sala, é um clima tranquilo, descontraído, uma delícia. E a aula de direito, que eu achei que ia ser um porre, foi ótima! Fiquei besta.

Outro fim de semana: sexta saí com loira, thamarão e uns alheio, fomos no Matrix. Mas tava meio bizarro. Além de começar bizarramente – um tiozão esquisitérrimo (mas não necessariamente feio) dando em cima de mina – também terminou bizarramente. Quaaaase beijei quem não devia. Mas não beijei. Gracias a diós.
Sábado foi a formatura da Pri. Cafagestagens, preguiça, sono, Bohemia, funk. Lálálá. Xis grandão.

Outra semana de PUC. Expús meu tema de tcc, minha orientadora disse que não era “quente” e precisava de um quê jornalístico. Fuuuucking LOST, I”m.
Falando em Lost… Prison Break e o próprio fizeram e fazem a alegria do meu lado nerd.

Mas voltando: descobri que a sala inteira odiava a aula de Direito. E eu amei, achei uma das melhores – quiçá a melhor – aula que tive na PUC. AULA mesmo, sabe? Explicando direitinho, instigando sempre a participação. Aulas como tinha na época da escola (que eram bem melhores que as da faculdade, diga-se de passagem).

ainda sexta, de noite, colaram em casa Guilherme, Thais e Victor. Interessante essas 4 pessoas juntas e sozinhas após,…. ANOS. Fofocamos, jogamos videogame, fomos no Habibs comer esfiha, vimos o sol nascer… Ai, delícia, cara.

Sabadão, comemoração do aniversário da Jú num restaurante mexicano CARÍSSIMO, na Vila Olímpia (duh, fucking obvius). Chama Pueblo alguma coisa. Comida boa. Bebi tequila com tamarindo. Roubei cerveja alheia. Relembrei os melhores momentos da minha vida junto do FUNDÃO, com o Jean. Quase chorei de saudades daquele tempo em que eu era tão feliz. E sabia.

Aí, Ana Clara aqui inventa de chamar os restantes a irem à sua casa, não sem antes notar que eramos 4 mulheres e 4 homens. Isso normalmente não dá certo… E já tinha 1 casal formado, outro semi-formado e outras 4 pessoas. aí fiz pararmos no Pão de Açúcar, pq, né? Se é pra enfiar o pé na jaca, que haja bebida.

Aí lá fomos nós pra churrasqueira. O céu estava liiiindo, estrelado como eu não via há meses. Bosta de tempinho paulista, viu!
Bom… Só que tava meio frio, aí subimos pra perto da sauna… E papo vai, papo vem, o semi-casal viral casal. Sobravam 4. Com medo de sobrar, entreguei os pontos. Beijei o cidadão meeeermo!
Aí os 8 entraram na sauna. Isso. E o 4 casal não rolou! HUahuahuahahua
Os outros 3 casais (including me) se aproveitaram do escurinhoe quentinho da sauna. Ó, confesso que minha sensibilidade estava aguçadérrima.
E o cara, pra minha surpresa, era super respeitador, meu. Mó fofo! Só abusou do modo que eu “liberei”, digamos. Mas me comportei, até.
E meu… Sei lá, foi legal. depois de taaanto tempo só na esbórnia, é bom beijar alguém sob a luz das estrelas. E a gente foi na cobertura (22º) ver o sol nascer. PUUUUTA MERDA, que coisa linda, cara! Perfeito. Pena que eu não tirei umas fotos, viu.

Aí mandei todo mundo embora – eram 7:00 – e fui dormir.

Domingo é domingo, né. Fiquei DAQUELE jeito, bode total.

E meu… Hoje é terça-feira. Descobri hoje de manhã no meu orkut um scrap do cidadão falando: “pensei em você o dia inteiro. Acho que me apaixonei de verdade”.
Meu… Tipos…
Cara…
Como agir?
Primeiro preciso saber o que quero da vida, né? =/
Fora que eu não estou nem um pouco acostumada a apaixonados por mim, vamos combinar.
Putz…

E já tem tanta coisa pra lotar a minha pobre cabeçinha! É TCC indefinidão, é trabalho de direito, trabalho chato, problemas no trampo…
Ah, falando em trampo… Rolou uma mudança de lugares, estou mais bem localizada agora. Estou perto das pessoas, começa a rolar uma interaçãozinha… Volta e meia dou risada de alguma besteira que falam. Melhorou.

Mas meu… Tudo que eu queria é que não fosse ano de TCC. Só de pensar que em breve terei que dar adeus aos meus fins de semana, me dói tudo. Shit, viu!

Agora vou nessa.

Ainda bem que ninguém vai ler isso. E, se ler, já vai estar meeeeeega ultrapassado.

Defini mais ou menos como escolho em qual blog vai qual texto. O Se Mata www.semata.wordpress.com nem conta, pq é só merda mesmo.

Confusões sentimentais vão pro myspace, pq é um público bem restrito e diminuto que lê. Assuntos gerais e que podem ser lidos por todos vão pro .TXT, que tem uma visitaçãozinha regular. E os b.o.”s, coisas que eu contaria só para pessoas bem íntimas ou escreveria numa agenda, vem prá cá, pq é rarííííííssimo alguém entrar.

Dada a dica, vou-me!

Bjos

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s