Music ♪

Não sei porque raios. Às vezes acho que é alguma coisa psicológica. Mas eu odeio música eletrônica e ambientes que só tocam música eletrônica com uma força que não cabe em mim. Coisa xiita mesmo. Quero ficar longe. Quero ficar o mais distante daquilo possível, para o fim da vida.

O que explico às pessoas que me perguntam o porquê de tanto ódio com a “pobre” música putz-putz é que aquele ritmo frenético faz vibrar o corpo todo, parece que meu coração bate de acordo com a música, que meu sangue corre de acordo com a música. É agonizante. Quero gritar, quero me esconder, mas mesmo que seja um putz putz baixinho, me faz mal. Rola uma claustrofobia musical, se é que isso existe.

Mas até consigo entender porque tanta gente gosta tanto de uns psys e essas coisas todas eletrônicas, as quais não diferencio nada e acho tudamermamerda. Esse lance frenético deve ser contagiante para eles, ainda mais sob efeito de bebidas, drogas, o que for. Mas para mim é maléfico.

Então não me chamem para uma balada de música eletrônica. Muito menos uma rave.

7 comentários sobre “Music ♪

  1. Assinando embaixo…

    Anabel Guerra Silveira Mascarenhas
    (O nome todo, inteiro e novo, pra mostrar que eu concordo dicunforça!)
    😉
    Bjooo

  2. Eu gosto bastante,mas nao em excesso.
    Prefiro um rock alternativo,mpb,so nao arrocha kkkkkk.
    Cada um tem seu estilo gata,nem da pra entender o pq nao gostamos de determinada musica.

    bju gatona

  3. Não tenho a sua fobia, mas também não gosto. Em balada até vai (mas se eu puder evitar, eu evito), mas esse povo que fica escutando musica eletronica o dia inteiro, AFF, não sei como conseguem gostar não.
    Pra começar gosto de acompanhar a letra, seguir a melodia…eletronico pra mim soa tudo tudo igual!

  4. Eu sou do time =D
    Adooooooro um putz putz. E sabe que eu nunca olhei por esse lado? vai ver é por isso que a gente diz que ‘sente a música’ – pq faz vibrar o corpo todo mesmo. Mas entendo e respeito quem não gosto, tipos…quer me ver pedir pra morrer? me obriga a ficar num lugar que esteja tocando pagode.

    Não desce.
    De jeeeeito nenhum.

    =x

  5. Manu disse:

    Amo³, simplesmente, um “putz-putz”. Sabe por quê? Simplesmente pelo lance de sentir a música, que uma menina falou aí em cima, e porque, ao contrário do mal-estar que o coração “agitado”, “na batida” provoca em ti, essa sensação me faz um bem danado, é uma espécie de transe. E, por ser transe, liberta. Eu sempre digo aos meus amigos e cias de balada: “eu CHAPO com a música”, sem beber, sem usar nada (não que eu seja uma santa) – FATO!!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s