Tô magra, tô diva, tô feliz

Não sei se é dezembro. Não sei se é o fato de eu estar cabendo satisfatoriamente em roupas 42/44/M e já não me sentir tão obesa perante a massa. Não sei se é porque tenho socializado mais. Não sei se é porque estou me cuidando, comendo muita salada e muita fruta, malhando todo dia. Não sei se é porque até que posso ser seletiva. O fato é que estou me sentindo bem.

Dezembro me faz bem. Socializar me faz bem. Emagrecer de verdade faz bem.

Foi importante no início da dieta, em maio de 2011, fazer um tempo da dieta sem carboidratos. A balança registrou um peso muito menor em pouco tempo. Ainda que eu tenha plena consciência de que aquilo tudo era ÁGUA, sair dos 93 para os 87 Kg em duas semanas dá um belo incentivo para continuar.

Daí eu emagrecia mais um pouco, engordava mais um pouco. Passei a ficar bem em calças 46 e roupas G lá por setembro de 2011. Terminei aquele ano pesando 85 Kg. Esse ano fui para os EUA, tive períodos de muita compulsão alimentar, outros de dieta total. Mas foi às vésperas do casamento da minha querida amiga Marília (fui madrinha) que resolvi sair da zona do conforto (tava com 81 Kg) e perder mais.

Assim, comecei a fazer 1h30 de esteira todo dia  – antes eu ia duas vezes por semana, quando muito. Em um mês, foi 1 Kg e pouco. Mas foi 1 Kg e pouco que pareceu mais do que a redução de 6 Kg da dieta sem carboidratos. Foi um kg de pura gordura, um kg que fez diferença.

Depois do casamento, em setembro, continuei com a dieta a todo vapor. Muita academia, salada no almoço e no jantar, frutas 4 ou 5 vezes por dia e cortei completamente refrigerantes. Assim, cheguei aos atuais 75 (saí do IMC obeso II, estou no sobrepeso). Saí das calças 48 e roupas GG para calça 44 (folgada) e roupas M. E, mais importante, sou elogiada sempre que encontro alguém que não vejo há tempos.

A verdade é que regime que funciona é comer menos merda e fazer mais exercício. Nada além disso. Dieta milagrosa funciona, mas só para perder água – se o intuito é apenas peso, e não medidas, vale tudo.

Uma foto comparativa minha de 2008, uma de fevereiro de 2011 e uma atual, de sábado (8/12). Reparem no ‘afinamento’ do meu rosto:

ScreenShot054 2008

ScreenShot051

2011

ScreenShot053

Sábado

Abaixo, outra foto do mesmo sábado. Das primeiras vezes na vida que olho uma fotografia minha e penso: TÔ GOSTOSA. Tenho cintura!!!

ScreenShot052

Dezembro me trouxe vários eventos sociais para eu estrear meus kilos a menos e minhas roupas mais justas, e muitos elogios. De homens e mulheres. De estranhos e de familiares. Tô diva, tô linda, tô gostosa. Ainda há um bom caminho a percorrer, mas estou no rumo certo. Quero perder mais uns 10 kg. Não quero ser magrinha. Eu gosto de ter coxão, bundão, peitão. De ser “apertada” if you know what I mean ^^

E de repente a felicidade bateu, e a necessidade de encher o cu de chocolate diminuiu. Continuo com meus chocolatezinhos quase diários, mas a obrigação de comer 1 Kg diminuiu. Estranhamente, consigo me segurar. Por enquanto. Ou seja: minha compulsão é causada pela ausência de carinho na minha vida. Pela falta de sexo e pela solidão. Pela distância dos meus amigos e de todas as pessoas que me são queridas.

9 comentários sobre “Tô magra, tô diva, tô feliz

  1. Caio disse:

    Ana, que relato!
    Esse sentimento todo é maravilhoso! Causa uma confusão mental e corporal também..parece que nosso organismo “não entende” o que está acontecendo.
    A compulsão vai diminuindo aos poucos. O sentimento de felicidade e de meta cumprida satisfaz o ego e leva junto a vontade de cometer gordices.
    Longe de resolver todos os nossos problemas, eliminar peso dá um empurrão pra que todo o resto vá se ajeitando. É um caminho longo, mas natural!
    Ouvir elogios de conhecidos é comum, mas quando ouvimos de estranhos, soam como músicas em nossos ouvidos. Sei bem o que é isso.
    Se olhar e se sentir gostosa (o) é uma das melhores sensações do mundo!!! E daí, antes de engolir uma barra de chocolate sem nem sentir o gosto, vc se olha e mede tudo o que pode perder. Simplesmente não vale a pena.
    É com isso que a gente vai aprendendo a ser feliz, a se aceitar e até fazer um esforço pra aparecer mais em festas e eventos..a gente fica querendo usar roupas mais justas pra que todo mundo compartilhe conosco essa conquista.
    Sua mudança é visível e linda: é muita força de vontade, muito foco. Não é fácil nem nunca vai ser. PEssoas como a gente devem se controlar por toda uma vida, mas quer saber? Vale MUITO a pena.
    Se sentir bonito, gostoso, desejado, não tem preço.

    Meus sinceros parabéns. Você é uma lutadora, guerreira…e merece colher os frutos depois de tanto esforço. Bola pra frente e muita força mulher. Te admiro demais!

  2. Que linda, Ana! Eu participei muito da sua luta, me apoiando em muitos momentos pra também conseguir ter forças pra continuar. Parabéns pela sua determinação e força de vontade, não é fácil, mas não tem preço voltar a se sentir bem, feliz, bonita, com a autoestima em alta. Tô sempre torcendo por vc, queridona! Beijão

  3. disse:

    Tá magra mesmo, Ana!!! Muito linda e melhor ainda é que você tá feliz com você mesma. Isso compensa tudo!
    Beijos!

  4. Cara, encheu meu olhos de água ler esse post pq porra eu sei como é. Como é difícil controlar a ansiedade mesmo com um objetivo claro. Parabéns, Ana. Mesmo. Você está linda e provavelmente com a saúde em dia, ganhou mais ânimo pra tudo. E olha precisa ânimo pra tentar ser feliz, eu sei bem.❤

  5. Ana e o mar, mar e Ana (sei que vc não gosta, mas é inevitável!).

    Ana, eu te acho linda. Sempre disse isso, independente de vc ser gorda ou magra, azul ou (não, não, azul eu repensaria). Mas, hipócrita da minha parte se eu dissesse que não faz parte da minha cultura entender que a sociedade cobra ser magra como parte de uma beleza padrão – caso contrário, talvez eu estivesse preocupada mesmo com meu peso pq me sinto mal em vestir alguma roupa ou biquíni, etc, mas talvez a cobrança não fosse tão grande. Vc me ajudou muito essa fase que precisei perder peso, rever hábitos, começar a fazer exercícios…te acho super entendida do assunto e vc super me motiva a ser ~saudável~ (mesmo que tenhamos nossos excessos de vez em quando).

    Logo, é bom ver que o que vc sabe tem funcionado pra vc tb e de forma saudável. Vc está, sim, mais magra, gostosa, bonita, com o rosto fininho e feliz, a gente sente isso nas tuas fotos. Solta, alegre. Tudo isso ‘embeleza a beleza’ e faz bem pro coração.
    Que vc siga alcançando suas metas e se sentindo dyva. Pq é merecido e com razão
    😉

    Bjo bjo

  6. lidia disse:

    Ana, que delícia ver os resultados. Como é difiícil emagrecer e o jeito que você está fazendo é o ideal para ser saudável e manter o peso. Devagar e sem se privar de algumas coisas (tipo cerveja do fim de semana ou um chocolate) ninguém precisa sofrer e abrir mão do que gosta, é preciso apenas encontrar o equilíbrio e você já alcançou, só precisa manter, a parte mais difícil, que é o começo, já passou.
    E o que mais motiva é isso, comparar fotos, vestir roupas e cairem bem, receber elogios, isso tudo mostra que você está no caminho certo, agora é só alegria!

    Boa sorte e se mantenha no foco!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s